Programa de eficiência energética da CEB beneficia moradores de comunidades carentes

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA - A CEB Distribuição (CEB-D) deu início, no sábado (10/12), à terceira edição do Agente CEB, Programa de Eficiência Energética (PEE) da Companhia. Moradores de localidades carentes terão refrigeradores ineficientes substituídos por modelos novos e econômicos além de receberem lâmpadas LED’s em troca das incandescentes e fluorescentes. A CEB também fará a doação de aquecedores solares.
 
O trabalho, que começou pelo Sol Nascente, em Ceilândia, tem como objetivo auxiliar moradores de regiões carentes do Distrito Federal a fazerem um melhor uso de energia elétrica por meio de equipamentos econômicos e eficientes. Profissionais também vão orientar as famílias a economizar energia.
 
A meta do Agente CEB 3 é substituir 7 mil refrigeradores com alto consumo por aparelhos mais eficientes. As lâmpadas das residências serão trocadas por LED's. Nas edições anteriores, os beneficiários receberam lâmpadas fluorescentes em troca das incandescentes. Para esta edição, a CEB-D adquiriu 80 mil lâmpadas.
 
O Agente CEB 3 conta com outra novidade: 2 mil aquecedores solares serão instalados em residências que tenham estrutura adequada (laje) ou que tenham espaço físico suficiente para receber uma estrutura, já preparada, para a montagem do equipamento.
 
A seleção dos beneficiados começa com a visita de um agente de campo às famílias que morem em localidades carentes do Distrito Federal. Durante as visitas, o refrigerador é avaliado e, caso seja ineficiente, é agendada uma visita de um eletrotécnico, que valida a indicação e aplica um selo para que o equipamento seja substituído. O Agente também verifica as lâmpadas e, caso sejam incandescentes ou fluorescentes, o morador receberá as LED's, até o limite de sete, para colocar na residência.
 
Todos os equipamentos oferecidos pela CEB-D contam com o selo Procel - o que garante a qualidade e eficiência dos produtos.
 
O que é Programa de Eficiência Energética – PEE
 
Os contratos de concessão firmados entre as distribuidoras e o Ministério de Minas de Energia (MME) estabelecem obrigações e encargos às empresas perante o poder concedente. Uma dessas obrigações consiste em aplicar anualmente o montante de, no mínimo, 0,5% de sua receita operacional líquida em ações que tenham por objetivo o combate ao desperdício de energia elétrica. Legislação: Lei Nº  9.991, de 24/07/2000. 
  
 
 
 
 
 
  
 
 

 



Voltar