Nota CEB – 2° Fase da Operação Apate

Brasília, 14 de janeiro de 2020 - Como foi noticiado na manhã de hoje, a Polícia Civil do Distrito Federal - PCDF deflagrou a segunda fase da operação Apate, que tem como objetivo investigar a suposta prática de fraudes que geram lesão com prejuízos à CEB-Distribuição.


A Empresa segue cooperando com o trabalho da PCDF e do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios - MPDFT, que tem por objetivo determinar a autoria e materialidade dessas ações ilegais, e aguarda o decorrer das investigações.


Em relação ao valor de R$ 600 milhões, mencionado em algumas matérias veiculadas sobre a deflagração da segunda fase da operação, importa esclarecer, novamente, que este montante representa o total histórico de dívidas registradas e vencidas de clientes junto à CEB, e não o total desviado pelos supostos criminosos investigados pela operação conjunta da PCDF com o MPDFT na manhã de hoje.


É importante corrigir a informação equivocada que vem sendo veiculada, posto que o montante supostamente desviado pelos criminosos ainda não foi determinado. Em relação à transferência de titularidade sem a devida quitação do débito, os valores serão apurados no decorrer das investigações.


A atual gestão segue firme na recuperação da CEB-Distribuição, seja para evitar fraudes como estas, praticadas por empregados e consumidores que agem em conluio, como também para reduzir o índice de inadimplência, ligações irregulares ou outras formas de lesão à saúde econômico-financeira da Companhia.

 

Brasília, 14 de janeiro de 2020.

 

 Outras Notícias...



Voltar