Setor Hospitalar Sul estará com a iluminação renovada em breve

Os brasilienses que passaram recentemente pelo Setor Hospitalar Sul, no Plano Piloto, devem ter percebido que as ruas estão ficando mais iluminadas. Trata-se de obras de iluminação pública (instalação de poste) e de eficientização da iluminação pública (troca da lâmpada tradicional para as lâmpadas de LED) sendo executadas pela CEB, projeto fruto da parceria público privada entre a CEB, a Rede D’or e as Unidades Hospitalares Santa Luzia e Santa Lúcia.

 

A obra renderá a instalação de 157 postes e de 341 luminárias de LED. Tudo isto custará cerca de R$ 1 milhão. O projeto está em curso desde o dia cinco de abril e o prazo para execução previsto é de 60 dias.

 

Quem ganha é a população. Prova disso é o depoimento do enfermeiro Hélio Marco, 28, que vai frequentemente ao Setor Hospitalar Sul para fazer exames e consultas. O profissional da área da saúde vê as mudanças com bons olhos. ”Acho uma atitude louvável por parte das empresas responsáveis, porque, além de estar contribuindo ecologicamente, a lâmpada de LED consome menos energia e ilumina de forma mais eficiente”.

 

Além disso, Marco destaca a importância dessas obras para a segurança da população.”O SHS tem um fluxo de pessoas muito intenso o dia todo, devido ao número de hospitais concentrados nas redondezas. Essa melhora na iluminação com certeza irá passar mais segurança para as pessoas que utilizam algum serviço no setor e para meus colegas profissionais da saúde, pois gera benefícios como: melhor percepção do local, de quem está próximo e até de quem está se aproximando”. 

 

O presidente da CEB, Edison Garcia, reitera a importância da parceria.”Esse convênio com a Rede D’or e os Hospitais Santa Lúcia e Santa Luzia nos gera grande satisfação, porque possibilita que uma área tão relevante para a população, com uma grande concentração de hospitais, clínicas e prédios comerciais, passe por uma revitalização na iluminação, beneficiando milhares de pessoas”, declarou.

 

Brasília, 02 de junho 2020.

 Outras Notícias...



Voltar