Assinatura dos novos contratos de manutenção de iluminação pública trará economia de até 20% para a CEB-H

Serviço inclui reparo de cabos, troca de lâmpadas queimadas e eficientização com luminárias de LED

 

  

 

A partir desta quarta-feira, 08.07, entrará em vigor os dois novos contratos de manutenção de iluminação pública assinados pela Companhia Energética de Brasília - CEB. As empresas vencedoras dos certames, a Engeluz Iluminação e Eletricidade e a Diamante Engenharia, serão responsáveis pelos atendimentos nas regiões administrativas compreendidas pelos lotes 1 e 4, respectivamente.

 

O lote 1 engloba o Plano Piloto, Cruzeiro, Granja do Torto, Vila Planalto, Sudoeste e Noroeste. Cada ponto de iluminação pública atendido nessas áreas gerava um custo de R$ 4,90. Com o novo contrato, o valor passará a ser de R$ 3,89, que corresponde a uma economia de 20% para a CEB.

 

Por sua vez, o lote 4 abrange o Núcleo Bandeirante, Candangolândia, Riacho Fundo I e II, Gama, Guará, Park Way, Santa Maria e Recanto das Emas. Nesse caso, o valor da manutenção de cada ponto passará de R$ 4,77 para R$ 3,89. A CEB economizará 18,45% com o novo acordo.

 

Os contratos compreendem dois tipos de caminhão para o atendimento às demandas. O pesado, que acomoda três eletricistas, atinge até 16 metros de altura, remove poste abalroado e também atua nas manutenções comuns, como troca de lâmpada queimada e projetos de eficientização. E o tipo leve, que possibilita o reparo em postes de até 12 metros e permite que dois eletricistas atuem nas manutenções corretivas, preventivas e reparo de cabos.

 

O presidente da CEB, Edison Garcia, reforça a importância do trabalho realizado pela área de manutenção. “As equipes técnicas da CEB estão na rua 24 horas por dia, sete dias por semana, para atender as demandas e garantir um serviço de qualidade  para a população brasiliense. É memorável a atuação desses trabalhadores, que mesmo durante a quarentena, continuam exercendo suas atividades com esforço e dedicação”, disse Garcia.

 

 

Brasília, 07 de julho 2020.

 Outras Notícias...



Voltar